">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Os Frequentes Problemas Contábeis

Publicado em 10/10/2016

Vejam quais são os problemas contábeis mais frequentes ao contabilizar as empresas!

 

Um novo cliente

 

No caso de um novo cliente, o primeiro trabalho é verificar se os “demonstrativos contábeis estão de acordo para com a realidade ou se haverá a necessidade de ajustá-los”.

É de suma importância “analisar seus atos constitutivos bem como consultar a situação fiscal da empresa junto à Receita Federal dentre outros órgãos”.

Geralmente, um dos primeiros problemas contábeis que surgem é a confecção do Balanço de Abertura (implantação de saldos contábeis) das empresas uma vez que, os planos de contas de um escritório para com outro, muitas vezes se confundem e, por isso há a necessidade de se fazer uma nova configuração não desprezando a legitimidade da conta em referência. Essa padronização deve ser apenas qualitativa (mudança de contas contábeis) e jamais em aspectos quantitativos (mudança de valores), pois o Balanço de Abertura deve coincidir sempre para com o do antigo escritório. Caso haja a necessidade de se fazer “ajustes contábeis”, estes deverão ser escriturados em meio aos lançamentos contábeis e, nunca na implantação de saldos.

Saiba mais sobre o Balanço de Abertura nos próximos artigos do Portal. Fiquem por dentro que muita coisa interessante a classe contábil e de grande valia vêm por ai!!!

 

Os problemas contábeis bem comuns

 

Um problema muito comum que nós contabilistas nos deparamos é o fato dos empresários “desobedecer ao princípio da ENTIDADE” no que tange a diferenciação dos bens patrimoniais (bens da empresa) para com os bens particulares (bens pessoais). Infelizmente os empresários “misturam as finanças” acima descritas, o que “prejudica em muito o trabalho contábil”.

Saiba mais a respeito das “consequências da não distinção dos bens” acessando o link abaixo:

http://www.cienciascontabeis.com.br/empresario-deve-separar-o-seu-negocio-de-suas-contas-pessoais/

 

Dentre os principais problemas contábeis, podemos destacar a ausência de importantes documentos a serem enviados aos escritórios contábeis. Frequentemente constatamos comprovantes de pagamentos sem a presença da nota fiscal ou vice versa. Devido a esse problema, “somos obrigados” a fazer ajustes contábeis dos quais não são recomendáveis tão menos corretos haja vista à nossa legislação. Mais uma vez, por imprudência e/ou simples desconhecimento das leis vigentes em nosso país, os empresários nos coloca em riscos quanto à nossa profissão. Podemos dizer que, com base na situação supra descrita, ficamos sem saída, pois não há outra forma de fechar corretamente a contabilidade a não ser por meio de tais ajustes. Por fim, “tornamo-nos coniventes sem querer”, mas, se não for dessa forma, perdemos quase senão todos os nossos clientes que insistem em não repassar-nos todas as informações necessárias.

Daí as importantes perguntas:

_ Trabalhamos de maneira errada ou não trabalhamos? Vamos abandonar nossa profissão por conta disso? Conseguimos educar nossos clientes?

 

ARTIGO - ERROS CONTÁBEIS

 

E os problemas contábeis continuam!

 

Se fossem apenas os documentos fiscais pendentes, mas as empresas também não costumam entregar-nos seus extratos bancários/financeiros, continuando a prejudicar diretamente a contabilidade bem como a si mesma, colocando ambas em riscos.

Não é incomum empresas declararem baixo faturamento, faturamento este que não cobre ao menos suas próprias despesas, obrigando-nos assim em recorrermos novamente aos ajustes contábeis, dessa vez destacando a contra partida dos ajustes, a própria conta dos sócios. Com isso temos dois problemas contábeis, sendo o primeiro a transparente sonegação de impostos (quando essa transação é rotineira) e em segundo, a interferência contábil direta para com o IRPF – Imposto de Renda Pessoa Física do sócio.

Os empresários não compreendem que correm riscos agindo dessa forma, pois uma “empresa não se sustenta à custa de seus sócios”!

Percebemos com certa frequência, também transações indevidas às outras pessoas ou empresas sem a devida identificação. Nesses casos também utilizamos como ajustes a referida conta de sócios, infelizmente.

 

E o que nós contabilistas podemos fazer para nos assegurar quanto aos problemas contábeis?

 

É recomendável que todas e quaisquer transações (lançamentos contábeis) possuam justificativos documentos comprovando a movimentação (ajuste contábil). Mesmo ao utilizar a conta de sócios como contra partida de ajustes, certifique-se da existência de documentos e, caso não existam, confeccione-os e peça ao sócio e/ou responsável que assine. Dessa forma nos resguardamos de eventuais problemas, mas ainda assim podemos responder judicialmente por descumprimento de algumas leis.

 

Contudo, caro amigo contabilista, tornamos-lhes a perguntar:

_ Trabalhamos de maneira errada ou não trabalhamos? Vamos abandonar nossa profissão por conta disso? Conseguimos educar nossos clientes?

 

 

 

 

 

 

 

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor
• Juliano Lucio Santos da Silva • Contador • CRC n° SP-295043/O-2