">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Balanço de Abertura – Principais Orientações

Publicado em 11/10/2016

O que é um balanço de abertura? Como fazemos?

 

Entende-se por balanço de abertura a implantação de saldos contábeis, de modo manual, vindos de outro escritório à nossa contabilidade (responsabilidade).

Todas e quaisquer empresas ao mudar de escritório (contador) seja qual for o período letivo, têm por necessidade a confecção do balanço de abertura. Tal balanço visa dar continuidade nos afazeres contábeis.

O balanço de abertura deve coincidir centavo a centavo para com a contabilidade repassada pelo antigo responsável técnico e, deve ser escriturado no primeiro dia de nossa responsabilidade técnica. Sua escrituração “pode sofrer modificações excepcionalmente qualitativas” (mudanças de contas), “nada quantitativas” (mudança de valores). Tais modificações se devem a necessidade de se fazer eventuais ajustes e/ou padronizações em torno do plano de contas, pois, raramente os escritórios utilizam o mesmo plano de contas, a mesma forma de contabilizar, o mesmo entendimento e, por isso há essa permissão em ajustá-lo.

 

Atenção!

 

No balanço de abertura (quando feito em meio ao ano) deverão ser escrituradas as contas ativas, passivas bem como as contas de resultado. O balanço financeiro do exercício deverá ser encerrado, geralmente, em 31 de dezembro. Portanto, a contabilidade anterior precisa repassar ao novo responsável técnico, um balancete com as contas NÂO encerradas. Esse é o “único balanço do qual encontramos contas de resultado”, o balanço de abertura!

 

Particularidades

 

O balanço de abertura é uma conta meramente transitória da qual será, em tese, a contra partida de todos os lançamentos a serem escriturados. Sendo uma conta transitória, ao final dos lançamentos implantados, essa conta (balanço de abertura) há de zerar. Se restar saldo nessa conta, seja positivo, seja negativo, reveja, pois algo foi feito de forma errada!

Essa conta normalmente é cadastrada no Passivo Não Circulante (plano de contas) das empresas. Todavia, “pode sofrer tanto lançamentos a débito quanto lançamentos a crédito”.

Sua escrituração de abertura se dá ao primeiro dia, útil ou não, da nova responsabilidade técnica e, sua escrituração de fechamento também.

Aprenda agora a fazer um balanço de abertura atentando-se ao exemplo abaixo, meramente ilustrativo:

 

artigo - balanço de abertura

 

Balancete da empresa XYZ em 09/2016

ATIVO                                                                      

Caixa – R$ 10.000,00

Estoques – R$ 5.000,00

PASSIVO

Fornecedores – R$ 4.640,00

Salários a Pagar – R$ 1.000,00

Simples Nacional a Recolher – R$ 360,00

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Capital Social – R$ 2.000,00

Lucros Acumulados – R$ 3.000,00

RECEITAS

Venda de Mercadorias – R$ 9.860,00

(-) Simples Nacional – R$ 360,00

DESPESAS

Despesa com Salários – R$ 1.000,00

CUSTOS

Custo da Mercadoria Vendida – R$ 4.500,00

 

Confecção do balanço de abertura considerando nova responsabilidade técnica a partir de 01/10/2016:

Lançamentos contábeis em 01/10/2016;

 

D- Caixa – R$ 10.000,00

C- Balanço de Abertura – R$ 10.000,00

D- Estoques – R$ 5.000,00

C- Balanço de Abertura – R$ 5.000,00

D- Balanço de Abertura – R$ 4.640,00

C- Fornecedores – R$ 4.640,00

D- Balanço de Abertura – R$ 1.000,00

C- Salários a Pagar – R$ 1.000,00

D- Balanço de Abertura –  R$ 360,00

C- Simples Nacional a Recolher – R$ 360,00

D- Balanço de Abertura – R$ 2.000,00

C- Capital Social – R$ 2.000,00

D- Balanço de Abertura – R$ 3.000,00

C- Lucros Acumulados – R$ 3.000,00

D- Balanço de Abertura – R$ 9.860,00

C- Venda de Mercadorias – R$ 9.860,00

D- Simples Nacional – R$ 360,00

C- Balanço de Abertura – R$ 360,00

D- Despesa com Salários – R$ 1.000,00

C- Balanço de Abertura – R$ 1.000,00

D- Custo da Mercadoria Vendida – R$ 4.500,00

C- Balanço de Abertura – R$ 4.500,00

 

Observações

 

Ao fazer os lançamentos acima e analisarmos o “razão da conta de balanço de abertura”, perceberemos um montante lançado a débito na importância de R$ 20.860,00 e outro montante a crédito na mesma importância de R$ 20.860,00. Isso quer dizer que, o saldo da referida conta encontra-se “com saldo final igual a zero”, ou seja, que o balanço de abertura foi “elaborado corretamente”.

Há casos que a empresa não possuiu contabilidade anterior. Sendo assim, o balanço de abertura não irá zerar por meio da simples implantação de saldos. Contudo, devemos verificar seu saldo do qual, “estando a débito, faremos um lançamento creditando-o contra a conta de prejuízos acumulados”, “caso contrário, lançaremos debitando-o contra a conta de lucros acumulados”.

 

Caro amigo contabilista, lembre-se, o balanço de abertura há de zerar sempre!

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor
• Juliano Lucio Santos da Silva • Contador • CRC n° SP-295043/O-2

Publicações Relacionadas