">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Curso Técnico de Contabilidade

Publicado em 05/07/2013

Curso Técnico de Contabilidade – Uma opção que pode vir de encontro ao que você procura!

Independente do país do mundo ou a época, o surgimento e o desenvolvimento constante da profissão contábil estão diretamente ligados à expansão comercial da região. No Brasil, o comércio cresceu de maneira considerável com a chegada da corte portuguesa às terras em 1807 e com a decretação da abertura dos portos. A partir desse ponto a profissão contábil, nos segmentos de estrutura e regulamentação profissional se desenvolveu bastante. Há não muito tempo atrás, o profissional de contabilidade era conhecido como o guarda-livros, sendo encarregado da escrituração dos livros mercantis das empresas. Essa antiga tarefa deu origem ao atual profissional técnico de contabilidade. E mais do que uma mudança de nomes, observa-se uma completa e complexa mudança do perfil desse profissional. Aqueles que desejam ingressar nessa carreira, que vem ganhando cada vez mais importância no mercado de trabalho, precisam estar prontos para suprir as necessidades que a profissão exige. Por isso, existem vários cursos técnicos de contabilidade, que oferecem muitas oportunidades e abrem portas no campo profissional.

Curso Técnico de Contabilidade 1

Curso Técnico de Contabilidade 1

O estudo da contabilidade vem passando por uma transformação acentuada, e tudo isso com o objetivo de transformá-la em um instrumento eficiente de administração, mudando seus conceitos básicos na medida condizente das atuais condições econômicas do cenário mundial e os meios de informatização. O formado em técnico de contabilidade tem grande importância para organização e eficiência das empresas. Ele é quem dispõe de recursos que permitem registrar dados, levantar posições e apresentar demonstrações de resultado de gestão de entidades. Os profissionais capacitados e os que venham a capacitar até 2015 têm assegurado o seu direito de exercer a profissão. Dessa maneira, o curso técnico além de ser uma ferramenta de qualificação para quem deseja trabalhar nesse mercado, também se transforma em uma maneira de regularizar as situações daqueles que trabalham sem o certificado.

Curso Técnico de Contabilidade ou a faculdade de Ciências Contábeis?

Assim como em diversas profissões, os profissionais interessados em atuar na área de contabilidade buscam cursos para aprimorar seus conhecimentos. Mas, a dúvida pode surgir no momento da escolha entre o curso técnico e a faculdade. Os dois tipos de ensino abordam as técnicas para ingressar nesse mercado, porém há diferenças na duração, no enfoque, no peso no currículo, e também nas futuras possibilidades profissionais. Os cursos técnicos podem variar de acordo com a instituição escolhida, mas em média costumam durar dois semestres (um ano), enquanto a graduação em Ciências Contábeis tem duração de quatro anos. A escolha por um curso técnico ou superior varia de acordo com o objetivo do profissional.

Começando pelas diferenças enquanto estrutura do curso em cada modalidade. O curso técnico em contabilidade tem a característica de ser prático e compreender o problema de maneira simples e objetiva. Esse curso prepara o aluno para atuar no mercado de trabalho, focado nas necessidades atuais e do dia-a-dia das empresas. Enquanto no curso superior de Ciências Contábeis há uma quantidade maior de disciplinas a serem ministradas e se dá maior enfoque para a teoria do conteúdo. Neste tipo de curso, por ter uma longa duração, há tempo para que pesquisas e que assuntos conceituais sejam abordados. Outra diferença que pode ser notada na maneira de ensino, é que na faculdade existem disciplinas correlatas, ou seja, elas não são exatamente sobre contabilidade, porém estão relacionadas de alguma forma, desenvolvendo o conhecimento e relacionando com outros aspectos, e isso não costuma acontecer nos cursos técnicos.

Mais diferenças entre o curso de Ciências Contábeis e o Técnico em Contabilidade

Curso Técnico de Contabilidade 2

Curso Técnico de Contabilidade 2

No curso superior o conteúdo é mais completo e ministrado de maneira diferente, o primeiro ano da faculdade é dirigido com as disciplinas básicas, como sociologia, português, economia e administração. Logo depois vêm as disciplinas consideradas técnicas e gerenciais, como a teoria da contabilidade, planejamento e contabilidade financeira. Matérias que tratam de legislação comercial, direito e planejamento tributário também são encontradas nesse curso. A partir do terceiro ano iniciam-se as aulas de auditoria e pericia, sendo muito importante a participação de seminários e palestras que debatam o assunto entre questões da atualidade, oferecidos, geralmente, pelas instituições, para se manter informado e atualizado. Nem todas as faculdades compram o estágio como um item obrigatório, porém alia-lo com o curso é bastante interessante. E ao final do mesmo, algumas faculdades exigem uma monografia de conclusão do curso.

O curso técnico de contabilidade possibilita ao aluno a vivencia da prática profissional, com base na realização de um projeto, que simula as atividades cotidianas vividas por esse profissional. A forma de abordagem de conteúdo é sempre mais leve e dinâmica, não se aprofundando muito, e buscando sempre abordar as temáticas objetivas e de uso na profissão. Este curso geralmente é divido em módulos que compreendem estudos de casos, proposições de problemas, pesquisas de fontes, contato com empresas e especialistas da área e visita técnicas. O curso técnico em contabilidade tem foco na prática, enquanto o superior tem no conteúdo. Os aspectos de estudo nessa modalidade são modelos de gestão, arquitetura organizacional, estudo do perfil desse profissional, com base o conceito de missão, visão e valores, objetivando o desenvolvimento de uma postura ética comprometida com a sustentabilidade, identificar características e a importância do comportamento empreendedor, mobilizando conceitos e técnicas específicas para desenvolvimento profissional, processo contábeis, finanças e custos e gestão contábil.

E quanto às possibilidades profissionais para o técnico em contabilidade?

Se existem diferenças na estrutura curricular, também há nas possibilidades profissionais. O profissional formando no curso técnico de contabilidade pode exercer suas atividades como autônomo, servidor público, subgerente em negócio próprio ou vinculado a empresas, tendo direito a exercer qualquer cargo como técnico em contabilidade em bancos, comércio, indústria e outros serviços.

Ao mesmo tempo não vamos deixar de mencionar as oportunidades profissionais dos graduados em Ciências Contábeis:

Já o formado no curso superior pode atuar na auditoria, fiscalizando as contas de uma empresa e conferindo os registros e dados de balanços, na contabilidade gerencial, registrando as operações financeiras e patrimoniais de uma organização e acompanhando todas as suas transações, no controle e perícia, coordenando operações fiscais e financeiras de empresas públicas e privadas e por fim, no ensino, dando aulas em cursos e treinamento para funcionários de empresas na área contábil. O que não se pode negar é que no mercado de trabalho um diploma de faculdade ainda termina por abrir muitas portas e ser decisivo no momento da escolha entre um candidato ou outro.

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor

Publicações Relacionadas