">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

A importância do Exame de Suficiência

Publicado em 31/01/2014
A importância do Exame de Suficiência

A importância do Exame de Suficiência

A crise econômica mundial que assolou o mercado financeiro em 2008 / 2009 colocou a contabilidade em evidencia e mostrou o tamanho e a importância das Ciências Contábeis para o mundo econômico globalizado, além das transformações que vem passando, principalmente em razão da convergência aos padrões contábeis internacionais (IFRS, na sigla em inglês que abrevia International Financial Reporting Standards. De Acordo com o presidente nacional do Ibracon (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil) “A contabilidade já conquistou um importante espaço no cenário econômico brasileiro e tem se consolidado cada vez mais. Estamos construindo há pouco mais de meio século uma bela estrutura para fortalecer essa profissão, que é uma das cinco mais demandadas no mercado de trabalho, e seus profissionais, que são essenciais a qualquer negócio”.

Nesse contexto, ressurge o Exame de Suficiência. Desde que foi suspenso em 2004 iniciou-se então um longo processo de retomada desse instrumento de avaliação, que tem como objetivo comprovar a posse de conhecimentos médios, constantes nos conteúdos programáticos desenvolvidos no Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis e no curso Técnico em Contabilidade, e constitui condição para o registro profissional.

Foram quase três anos de luta da classe contábil, para se chegar às propostas que iriam compor o texto do anteprojeto de lei, trazendo o seguinte resultado:

Dentre as principais mudanças ou novidades trazidas pela aprovação da Lei 12.249/10 estão às seguintes:

  • Permite ao CFC regular acerca dos princípios contábeis, do Exame de Suficiência, do Cadastro de Qualificação Técnica e dos programas de educação continuada (clique no link para se aprofundar); e de editar Normas Brasileiras de Contabilidade de natureza técnica e  profissional;
  • Determina que os profissionais contábeis só poderão exercer a profissão após  regular conclusão do curso de Bacharelado em Ciências Contábeis, reconhecido pelo MEC,  aprovação em Exame de Suficiência e registro no CRC a que estiverem sujeitos;
  • Os técnicos em Contabilidade já registrados no CRC e os que venham a fazê-lo até 1º. de junho de 2015 terão assegurado o seu direito ao exercício da profissão.”

O Exame de Suficiência possibilitará ao mercado receber profissionais recém formados com competências e habilidades mínimas, para o desempenho da função, sendo que o profissional da Contabilidade é o principal fornecedor de informações dentro de uma organização, no sentido de auxiliar os tomadores de decisão das empresas a atingirem seus objetivos com eficácia, porém tem-se que ressaltar que esse Contador precisa estar habilitado legalmente e tecnicamente, ter em sua formação profissional as competências e habilidades necessárias a atender a necessidade do usuário de forma efetiva, seja ele interno ou externo.

“Com o Exame de Suficiência do CFC, damos mais um salto em direção à qualificação da área da Contabilidade, já que o registro comprova que o contador está realmente apto ao exercício na área. A avaliação é boa tanto para os profissionais, que demonstram seus conhecimentos, quanto para os empregadores, que poderão contar com especialistas certificadamente conhecedores dos princípios da atividade. Sem contar as vantagens para a categoria, que se fortalece pela valorização de seus integrantes”, exalta o presidente nacional do Ibracon.

Para o Professor Universitário Osvaldo Américo de Oliveira Sobrinho: “O Exame de Suficiência será um selecionador de profissionais, o bom profissional terá os seus méritos reconhecidos, adquirindo “status” na sociedade, o que lhe renderá maiores oportunidades de emprego e melhor remuneração. Seus conhecimentos técnicos e a busca constante de conhecimento nas áreas trabalhista, previdenciária, tributária, fiscal, contábil, entre outras, fará sim, com que este profissional seja reconhecido como um protagonista na área da contabilidade. Com o advento do Exame, haverá uma diferenciação entre os profissionais da contabilidade, alguns farão parte do seleto grupo dos aprovados e qualificados pelo CFC, outros serão apenas coadjuvantes nessa área em plena expansão. Podemos dizer que o Exame de Suficiência busca a meta de oferecer ao mercado, profissionais valorizados e aptos para atender às demandas do sistema produtivo contemporâneo. Por fim, espera-se que as mudanças tragam inúmeros benefícios para aqueles que buscam e desejam o engrandecimento da profissão contábil, que ocupa a cada dia posição de destaque, requerendo um sistema contábil brasileiro mais robusto e atuante, condição fundamental para o reconhecimento perante as entidades da sociedade civil organizada e dos poderes públicos constituído.”

Pode-se afirmar que, atualmente, o profissional contábil está cada vez mais em evidência, principalmente por ser ele o detentor das principais informações que dão respaldo aos tomadores de decisões, que através das análises e estudos apresentados pela Contabilidade, podem tomá-las com muito mais segurança e confiabilidade. O perfil profissional do Contador mudou e passou a seguir algumas características e tendências gerenciais, além do conhecimento técnico e legal. Ficou clara A importância do Exame de Suficiência? Não deixe de nos enviar a sua opinião sobre o assunto, ela vale muito para nós!

Fonte:

Kounrouzan, Márcia Covaciuc. A importância do retorno de Exame de Suficiência. 2010.

SOBRINHO, Osvaldo Américo de Oliveira. IMPORTÂNCIA DA REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO CONTÁBIL: O EXAME DE SUFICIÊNCIA.

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor
Contadora formada pela UNIMONTES - Universidade Estadual de Montes Claros, Pós-Graduada em Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas. Atualmente trabalha na Coordenadoria de Execução Orçamentária e Financeira do IFNMG e Professora de Contabilidade, Administração e Escrita Fiscal na Microlins