">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Dica de Tema TCC: Normas Internacionais e as Pequenas e Médias Empresas

Publicado em 04/12/2014

Desde 2007 um assunto que toma conta da Contabilidade brasileira é harmonização as regras contábeis com as normas internacionais.

O Brasil tem por objetivo se inserir nesse novo contexto global, para isso é preciso que as empresas brasileiras estejam em pé de igualdade com as empresas estrangeiras e adaptadas ao novo cenário contábil, esse é o ideal a ser alcançado e como vocês já sabem as empresas de grande porte e as S.A estão obrigadas a se adequarem as novas mudanças.

Relembrando: Para que o Brasil não ficasse de fora do movimento de adoção das IFRS, a Comissão de Valores Mobiliários (CMV) passou a pesquisar as diferenças entre essas normas e as praticadas no Brasil. Esse passo foi muito importante para que as empresas brasileiras, ao competirem no mercado internacional, pudessem apresentar demonstrações que fossem facilmente entendidas pela comunidade internacional.

Posteriormente, com objetivo de resolver conflitos internos ocasionados pela criação de normas contábeis regulamentadas por diversas leis, criou-se o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), para que pudesse centralizar a emissão das normas contábeis no Brasil, por meio de pronunciamentos técnicos, orientações e interpretações. (para saber mais sobre o CPC Clique Aqui)

Enfim, o que isso tudo tem a ver com as Micro e Pequenas Empresas já que elas não são obrigadas a se adequarem? Muita coisa, primeiramente estas representam a maior parte das empresas brasileiras e se orientam pela lei das S.A (Lei 6.404/76), e, de acordo com levantamentos feitos pelo CFC, estimou-se, na época da promulgação da da lei 11.638/07 que o ajuste as novas regras se daria entre cinco e oito anos.

Muitos temas já foram pesquisados a respeito das IFRS, Lei n° 11638/07, mas a sua maioria envolvia grandes empresas, que, primeiramente, sofreriam um impacto maior. Mas e quanto as Micro e Pequenas Empresas dominantes no mercado brasileiro? Já se passaram 7 anos desde a promulgação da lei 11.638/07, quais os impactos a adoção as normas internacionais pode ter acarretado a esse tipo de empresa? Os contadores estão orientando corretamente? Elas estão atentas a essas mudanças?

Converse com seu orientador ou professor da área sobre isso.

Fica a Dica!!!

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor
Contadora formada pela UNIMONTES - Universidade Estadual de Montes Claros, Pós-Graduada em Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas. Atualmente trabalha na Coordenadoria de Execução Orçamentária e Financeira do IFNMG e Professora de Contabilidade, Administração e Escrita Fiscal na Microlins