">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Empreendedorismo Digital e Imposto de Renda. Como o Contabilista pode Aumentar a sua Receita com a Internet?

Especialistas dão dicas valiosas para quem quer ser um empreendedor digital (escritório virtual contábil)

Especialistas dizem que o mercado é promissor e está crescendo, mas o mundo digital exige a mesma dedicação de um escritório físico.

Tem gente montando um escritório com pouco ou até zero de investimento. Mas o mundo digital exige a mesma dedicação de um negócio presencial.

É possível o empresário contábil buscar um trabalho em que possa ficar mais tempo com a família. A solução seria o Homeoffice (trabalho em casa ou teletrabalho). A fachada de seu escritório, os armários com os documentos, tudo está na tela do computador. Através do escritório virtual.

07.01_Empreendedor Digital - Perfil no BrasilTem muita gente investindo no mundo virtual e esse investidor tem um perfil comum. São homens jovens, de até 40 anos e o negócio virtual é a primeira tentativa de empreender.

Muitas vezes ele (empreendedor digital) trabalha em casa, tem nível superior e já tem uma renda. Entretanto, não sabe transferir isso para o mundo digital.

Por conta da procura, o Sebrae de São Paulo lançou uma cartilha com um passo a passo para abrir um negócio virtual. Mas especialista alertam que ter um negócio na internet tem tantos desafios como qualquer outro negócio tradicional.

A lista de dicas para achar um lugar na rede inclui quatro itens imprescindíveis:

. Investir numa página na internet;
. Três clics – Esse é o número máximo que os especialistas dizem que o cliente tem que demorar em achar o que procura. Se não ele vai embora;
. Garantir segurança nas formas de pagamento;
. Cumprir prazos de entrega do serviço.

“Os crescimentos de faturamento de empresas virtuais são crescimentos chineses de 7%, 8% ao ano. Isso não desobriga quem vai entrar no mercado de se preparar. Da mesma maneira que muitas empresas abrem, muitas acabam fechando por não ter preparo adequado”, explica o superintendente do Sebrae-SP, Bruno Caetano”.

Aí eu te pergunto, amigo contabilista– O que isso tem haver conosco? TUDO!
Vou te dar um caminho para você torna-se um empreendedor contábil digital trabalhando com o Imposto de Renda pelo método Homeoffice (Teletrabalho/Trabalho em casa). Nada impede que você visite seu cliente.

. Escolha um nome para o seu escritório virtual. Por exemplo: CONTABILIDADE QUINTANILHA ou QUINTANILHA CONTÁBIL;

. Existem muitas empresas que cobram para criar e fazer a manutenção de site. Entretanto, a empresa WIX (empresa de plataforma de homepage free)  permite que você contabilista, que não tem condições de montar um escritório físico, de montar um escritório virtual (um portal contábil) para prestar serviços como: Declaração de  Imposto de Renda;

. Você precisa utilizar um e-mail para criar o site de forma gratuita, a princípio a empresa vai dar o nome do site com o mesmo nome de seu e-mail. CALMA, posteriormente, você poderá renomear o seu site contábil. Todo o site pode ser modificado por você sem nenhum custo;

4º. Em contatos, eu recomendo que vocês criem um e-mail corporativo, tipo: contabilidadequintanilha@abc ou quintanilhacontabil@abc para ser o e-mail cadastrado no contato do seu site. Toda vez que algum cliente quiser fazer algum trabalho contigo, acessando contatos – essa mensagem será encaminhada para esse e-mail corporativo. Oriento criar e-mail no Gmail, no 6º item vocês vão entender;

. Seu cliente é o mundo, e para isso, você precisa ter mais duas ferramentas essenciais – o Skype (grátis pelo próprio site da empresa) e o Team Viewer (grátis pelo próprio site da empresa – basta escolher o uso doméstico, já que trabalhará Homeoffice);

. Claro, não podemos esquecer as redes sociais, tenha todos que puder. Recomendo que tenha principalmente o Linkedin (maior rede profissional do mundo) e o Youtube (canal próprio) compartilhando os vídeos em seu escritório virtual, você necessita ter um e-mail do Gmail para ter um Canal no Youtube;

. Instalar o Receitanet – programa da RFB (Receita Federal do Brasil) que possibilita fazer a declaração pelo computador e entregar on-line;

. Divulgar seu escritório virtual em vários sites conhecidos do mercado, como Bomnegócio, OLX etc.

Complementando, vou dar um exemplo de como vocês podem torna-se bem sucedidos sem depender de sua cidade, já que nem todos os contabilistas moram em capitais de seus Estados ou em grandes cidades. Falando por experiência própria, moro em um Estado rico, porém meu município é pequeno e monopolizado por todos os setores da economia.

Aí te falo meu amigo, o quê eu fiz para sair desse labirinto?

Criei meu escritório virtual para não ficar dependente do cliente local. Vamos supor que um brasileiro de origem japonesa que vive há 10 anos no Japão, esse cidadão tem bens imobilizados no Brasil, em decorrência disso, precisa declarar imposto de renda.

Faço-te uma pergunta? Ele tem como fazer essa declaração? SIM!

Existem dois meios para fazer essa declaração:

• Pode ser sozinho, caso ele tenha facilidade com informática, basta baixar o Receitanet.

• Ou, contratar um contabilista para fazer o seu imposto de renda. Mas como esse brasileiro lá no Japão poderia te procurar? Justamente, através de um escritório virtual.

Abaixo o que provavelmente ocorrerá:

Esse contribuinte, provavelmente, vai acessar seu escritório, vai acessar contatos e enviar para ti uma mensagem – relatando que tem imóveis no Brasil e que, por isso, precisa declarar o imposto de renda. O contabilista vai marcar uma data e um determinado horário para conversar com esse cliente, através do Skype (por conversa em vídeo/webcam), assim você obterá o contato direto com o seu cliente, mesmo que ele esteja em outro lugar do planeta. O Team Viewer tem função de áudio também, inclusive, vamos supor que o cliente precise fazer alguns procedimentos orientados por você, todavia, precisa ter acesso ao documento.

Você pode enviar o documento pelo Skype ou Team Viewer, o próprio Team Viewer permite que o contabilista explique os procedimentos como se estivesse lá no Japão. Como funciona isso? Quando o seu cliente instala o Team Viewer, basta ele passar o ID e a senha, essas informações possibilitará que você no Brasil acesse o computador dele no Japão para explicar os procedimento que devem ser tomados.

Imagino que esteja perguntando como será o pagamento pelo seu serviço contábil?
Ao Contabilista, antes de fazer o serviço, oriento que peça um sinal e só entregue o serviço quando o cliente efetuar o pagamento em sua conta. Esse cliente pode te pagar através do Internet Banking – ele acessa a conta on-line e faz a transferência do valor para sua conta, basta você enviar um e-mail, não recomendo que envie por redes sociais os seus dados bancários. O que seria esses dados?

• Nome da Agência;
• Favorecido (seu nome completo, como que consta na conta bancária);
• Tipo de conta (conta poupança ou conta corrente);
• Agência (normalmente, são 4 números);
• Nº da conta;

Finalizando, o que você contabilista está esperando para começar a trabalhar na área. Com custo zero você monta seu negócio, o seu escritório virtual.

Links para montar seu escritório virtual contábil (gratuito):
WIX – http://pt.wix.com/
SKYPE – http://www.skype.com/pt-br/
Team Viewer – http://www.teamviewer.com/pt/index.aspx

Acesso à cartilha do SEBRAE –
http://media.wix.com/ugd/0b2b37_7cdf1425fb9c40ecb765fd994e173761.pdf

Ratifico a todos vocês estudantes e contabilistas que é possível trabalhar na área, sem ficar preso a questões financeiras. Basta ter uma ideia e utilizar essas ferramentas acima.

Bons negócios, Contabilistas globalizados!

Caso tenha gostado do artigo, por favor deixe um comentário abaixo.

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor
Fred Quintanilha Botelho Bacharel em Ciências Contábeis, atua como Gestor Financeiro no mercado, com a proposta de uma Consultoria e Controladoria que possibilite ao cliente aquirir sua Educação Financeira. Também atua com Imposto de Renda, Previdência, Trabalhista e Abertura, Alteração e Encerramento de Empresa (MEI ou EIRELI). Além de ser Empreendedor Digital já conhecido no mercado. E com muita honra, colunista do portal.