">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Balanço Scorecard | Os controles e a gestão empresarial

Publicado em 15/10/2013

Uma das principais reclamações dos gestores é que suas ordens não são obedecidas pelos executores do processo de produção, operações e logística. Que a governança corporativa é falha em alguma fase da gestão empresarial. O mesmo problema era enfrentado pelos gestores da estratégia.

Balanço Scorecard

Balanço Scorecard

Balanço Scorecard

O Balanço scorecard de Norton e Kaplan tem se mostrado como ferramenta eficaz para resolver esse problema. Veio auxiliar os líderes a controlar a implementação da estratégia deliberada pelo investidor, ajudar também a diretoria executiva que criou os projetos a atingir os objetivos e também é a principal ferramenta para os gestores que executam o plano de ação. Os controles devem ser criados para avaliar tudo, como as quantidades, o tempo, as aplicações de recursos, definir os padrões ideais de desempenho de êxito e quais os limites mínimos aceitáveis para o fraco desempenho, aquele que possa comprometer a execução, ou outra ação que desvie o foco para atingir os objetivos da estratégia.

Assim fica mais fácil ser identificada a desobediência, teimosia ou a estratégia pessoal do gestor contratado, que causam problemas à governança, evitado-se desta forma desvios durante todo o processo de execução. Cabe ressaltar que a gestão da qualidade total, o TQM, cita que “cada pessoa contratada tem que saber como autoavaliar seu desempenho com base em padrões determinados pela empresa”. O funcionário que sabe qual padrão de desempenho que sua atividade tem que atingir costuma estar mais motivado no trabalho.

Balanço Scorecard e suas técnicas

Alguns desses padrões de desempenho, para criar o BsC, o gestor encontra arquivado nas linhas que definiram a concepção da estratégia, ou nos crivos dos projetos, mas outros padrões devem ser criados ou aperfeiçoados durante a execução da estratégia empresarial. A definição do que significa ser eficiente, ser eficaz e atingir o êxito em cada fase dos trabalhos é crítico para se chegar ao êxito. Ao superar uma etapa, o líder deve reunir a equipe no final desse dia e reconhecer que se atingiu parte da meta do objetivo proposto. Elogiar o esforço. Premiar os envolvidos com presente, medalhinha, folga e ou dinheiro. Comemorar com festa e comida. E convocar todos da equipe para dizer aonde se chegou e qual a meta final que se pretende atingir. Traçar junto os novos planos ou reforçar com lembrança o plano de ação inicial.

As técnicas que contemplam o Balanço scorecard têm aplicação para todos os departamentos, no setor de RH ajuda o líder a definir com quem vai continuar a trabalhar e qual o perfil do funcionário que vai contratar. Criar metas para contratar pessoas com valores pessoais adequados ao desempenho que a função exige e ajudar a empresa treinar e capacitar a pessoa na função. Assim, o RH é estratégico quando contrata escolhendo e remunerando de acordo com as necessidades de cada setor de atividade. O êxito das contratações é um padrão que avalia o setor no BsC.

Por que o balance scorecard é eficaz?

Uma das razões da eficácia na aplicação do BsC é que cada setor de atividade da empresa execute o PCP – planejamento, controle da produção e operações criando controles. Na gestão empresarial o que não se conhece, não se pode controlar. O que não se controla não se pode mensurar. O que não se mensura, não se pode gerenciar. O que não se gerencia, não se pode aprimorar. E aí chegamos aos TQM, o gerenciamento da qualidade total com o aperfeiçoamento contínuo de Deming e Juran, de onde a técnica de controlar por escore estatístico teve origem.

Nunca criar controles sem nexo, mas sim com correlações de causa e efeito compatibilizando as atividades para reforçar a estratégia. O BsC é uma contribuição da atividade contabilidade para que a estratégia dê certo. O uso da técnica deverá ser adequado para cada um dos objetivos genéricos, ou seja: Se nosso objetivo for crescer, devemos criar metas para aumentar as vendas, métodos para aperfeiçoar as formas de aumentar a satisfação do cliente e sua fidelização. Saber respostas de como e por que o cliente retorna para comprar os mesmos produtos ou novos.

Mesmo que a empresa já proporcione um elevado índice de satisfação ao cliente, deverá se medir e avaliar como o cliente vê o nosso desempenho em sob alguns aspectos, sendo: de rapidez, confiabilidade, flexibilidade, etc. Mas se o objetivo for lucrar, o Balanço scorecard tem que fornecer padrões de lucro para que o gestor persiga atingir metas nos produtos, clientes, mercados, etc., que sejam lucrativos. Descobrir quais são os setores de atividades que podem contribuir para o aumento ou a manutenção da lucratividade média da empresa em comparação com suas rivais no mercado.

Conclusão sobre Balanço Scorecard

Tem muito mais. Espero que esse artigo possa ajudar ao leitor a compreender as bases da técnica do BsC e a partir daí amplie seus estudos sobre a ferramenta. Que o gestor possa a utilizar na prática do seu dia a dia de trabalho e assim ajude-o a decidir na execução no seu trabalho de acordo com o que o investidor deliberou ao construir a estratégia. Hoje as mídias no Brasil escrevem sobre o padrão FIFA, então você pôde ver como se constrói um conjunto de parâmetros para a instituição atingir um objetivo.

Prof. Adm. Aloisio Pombo, MSc. mova@aloisiopombo.com.br (21) 7390 8365 www.aloisiopombo.com.br é consultor em Gestão Estratégica Empresarial, ministra aulas para MBA, Pós Graduação e Mestrado.

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor