">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Informação como Ferramenta Gerencial

Publicado em 27/11/2014

Todas as pessoas vivem em um constante processo de tomada de decisões. A partir do momento em que se abre os olhos ao acordar, iniciam-se as tomadas de decisões, por exemplo: o que comer no café da manhã, a escolha da roupa, etc. É preciso estar ciente de todas as decisões tomadas porque elas terão um retorno podendo este ser positivo ou negativo, e é daí que surge a importância de uma análise racional antes de qualquer decisão.

No mundo empresarial não é diferente, a todo o momento é preciso tomar decisões que influenciam diretamente no andamento dos negócios. Para que as decisões proporcionem os resultados esperados, é necessário que elas sejam amparadas por alguns elementos determinantes, tais como, a manutenção da base de dados, o tratamento dos dados convertendo-os em informações e uma eficiente interpretação das informações que servirão de subsídios para as tomadas de decisões.

Na Contabilidade, por exemplo, este processo deve ser realizado incansavelmente, haja vista que ela é uma importante fonte de informações gerenciais. Para que as informações sejam eficientes, é preciso que sejam organizadas, tenham fontes seguras e sejam coerentes para que possam ser utilizadas pelos gestores.

É papel fundamental do contador garantir que as informações cheguem aos interessados de forma clara, precisas e no tempo certo, o que, na verdade, é um desafio para as empresas. Apesar de toda a tecnologia a favor, o fator humano é imprescindível nestas situações. O contador deve estar preparado e ser qualificado para administrar o grande fluxo de informações.

Alguns fatores são relevantes e devem ser levados em conta quando se fala em administração de informação:

–  Disciplina (é preciso manter uma base de dados atualizada para não ser pego de surpresa e ter que buscar dados em cima da hora);

É muito comum nas pequenas e até em médias empresas o costume de deixar acumular documentos a serem registrados, essa atitude pode fazer com que a empresa perca a oportunidade de obter informações importantíssimas e que fazem muita falta para uma tomada de decisão consciente.

–  SIG (Sistema de Informações Gerencias, um bom sistema para o tratamento de dados é crucial na gestão das informações);

Os sistemas de informações tem a função de processar dados e agilizar a obtenção de informações, é importante que se faça uma boa escolha diante das inúmeras opções existentes no mercado visando um sistema que se adapte às  necessidades da empresa, proporcionando mais qualidade às informações geradas.

Pré-análise e filtro (é preciso que seja feita uma pré-análise antes de liberar a informação para o solicitante).

Mesmo diante de solicitações inesperadas de informações, é preciso ter cautela por parte do informante, é necessário checar a informação e ter certeza de que ela está de acordo com o que foi solicitado e vai contribuir para o alcance do objetivo. Caso contrário, é possível que haja uma desinformação, causando transtornos tanto para quem solicitou, quanto para quem emitiu tal informação.

Diante de um mercado dinâmico e conectado às informações, elas são consideradas ativos estratégicos e devem ser utilizadas pelos seus gestores em busca de mais eficiência e alcance dos objetivos das organizações.

Nesse contexto, as empresas que possuem informações precisas e tempestivas são detentoras de uma enorme vantagem competitiva devido à agilidade e possibilidade de êxitos nas tomadas de decisões.

E você, como anda gerindo as informações no seu trabalho? Comente abaixo.

Para saber a relação entre a contabilidade gerencial e as pequenas e medias empresas, clique aqui.

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor
Gustavo Cremonezi, formado em Administração com ênfase em Gestão de Negócios, graduando em Ciências Contábeis.