">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Contabilidade Ambiental

Publicado em 03/03/2013

Contabilidade Ambiental, O que é?

Após fazermos o possível para sanar todas as dúvidas a respeito de Auditoria Contábil e Imposto de Renda, mudamos momentaneamente o foco de análise, e nos debruçamos sobre um tema muito recorrente: a Contabilidade Ambiental. Questões ambientais têm sido muito discutidas nos veículos de comunicação e na sociedade em geral, sendo assim, as empresas estão se preocupando com suas imagens perante este tema e voltando as atenções aos impactos provocados por suas atividades.

A Contabilidade Ambiental não se trata de uma nova ciência, nada mais é que informações com objetivo de medir os resultados das empresas em relação ao meio ambiente. Resultados esses que compreendem os custos ambientais, que são os custos externos e internos, e referem-se a todos os custos relacionados com despesas em medidas de proteção ambiental de uma empresa ou sob sua responsabilidade para prevenir, reduzir, controlar e documentar os aspectos ambientais, impactos e riscos, assim como a deposição final, tratamento, saneamento, e despesas em descontaminação e degradações ambientais.

Contabilidade Ambiental

Contabilidade Ambiental

ISAR, grupo de especialistas muito importante na Contabilidade Ambiental

Existe uma grande problemática em torno deste tema, de como as empresas devem abordar as contas ambientais nos relatórios empresariais, pois há uma divergência entre o que é entendido pela empresa e o que acontece de fato no meio ambiente, ocasionado pela falta de padronização dos relatórios, de organização das contas e de como apresentá-las.  Desde 1892 existe o ISAR – (Intergovernmental Working Group of Experts on International Standards of Accouting and Reporting), grupo de especialistas criado para harmonizar as práticas contábeis em nível corporativo, que estuda um padrão de informações ambientais mínimas que deve conter os relatórios anuais.

Muitas empresas buscam orientações nas diretrizes do ISAR, mas a falta de interesse e a não obrigatoriedade, como no Brasil, de relatórios específicos unido à falta de padronização, termina por gerar impasses para o entendimento da Contabilidade Ambiental, não ocasionando uma posição de destaque para esta questão no âmbito empresarial.

Conclusão sobre a Contabilidade Ambiental

E você, já havia ouvido falar sobre este tema? Certamente é um campo muito promissor e pode servir de alternativa para os contabilistas que ainda não definiram qual ramo das Ciências Contábeis se especializar. Aqui cito link de um portal que oferece cursos nesta área para aqueles que pretendem conhecer mais a respeito. É uma pena que os preços não sejam lá muito convidativos para quem não está disposto a investir pesado em conhecimento e carreira. Neste site há inclusive o curso de Auditoria Ambiental. Bons estudos!

 

Por Ívina Couto.

 

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor

Publicações Relacionadas