">
contato@cienciascontabeis.com.br
contabilidade

Adiantamento de Clientes na Contabilidade? Cuidado!

Publicado em 16/11/2016

Empresas utilizam-se da conta de Adiantamento de Clientes como manobra contábil a fim de reduzir seus impostos

 

Normalmente uma empresa vende seu produto ou serviço com recebimento à vista ou a prazo para 30, 60 ou 90 dias bem como se utilizam da praticidade de crediários, carnês, cartões de créditos ou afins. Entretanto, existem casos onde o cliente antecipa o valor de sua compra ou tomada de serviços, ou seja, ele paga (desembolsa) valores antes mesmo de receber pelo qual está pagando. Exemplo disso, facilmente encontramos em empresas que trabalham sob encomendas e solicitam a seus clientes um valor qualquer como forma de segurança dado por sinal, sinal este que significa uma antecipação.

 

Mas, o que significa Adiantamento de Clientes?

 

Na contabilidade a antecipação/sinal dada como troca de um produto ou serviço ainda não recebido é reconhecido em conta específica, geralmente no Passivo Circulante o que confere à empresa uma obrigação para com o cliente e, para o cliente, um direito em reaver seu produto, seu serviço. Essa referida conta chama-se Adiantamento de Clientes.

 

Exemplo meramente ilustrativo de contabilização de Adiantamento de Clientes:

 

Pelo recebimento adiantado;

D- Caixa/Banco (Ativo)

C- Adiantamento de Clientes (Passivo Circulante)

 

Pela entrega do produto ou serviço;

D- Clientes (Ativo)

C- Receita de Vendas ou Serviços (Resultado)

 

Pela compensação/baixa das contas de clientes;

D- Adiantamento de Clientes (Passivo Circulante)

C- Clientes (Ativo)

 

imagem artigo - Adiantamento de Clientes

 

Esses lançamentos acima seriam as formas corretas de contabilização, mas nem sempre isso acontece, pois, na hora de reconhecer a Receita, ou seja, reconhecer a nota fiscal junto ao imposto, as empresas “esquecem” de tal obrigação. Na prática, fazem somente o primeiro dos lançamentos acima reconhecendo a entrada.

 

Contabilista, cuidado!!!

 

Contabilista, por conta do exemplo e destaque acima, tome cuidado. Se você perceber que a conta de Adiantamento de Clientes só cresce contabilmente e não possui uma contra partida diminuindo-a, você poderá responder junto ao empresário por eventual sonegação de imposto se comprovado realmente o recebimento bem como a entrega do produto ou serviço sem a constatação da referida nota fiscal.

É admissível e legal registrar contábil e financeiramente uma antecipação, mas de forma alguma essa antecipação (Adiantamento de Clientes) deve prevalecer meses e/ou anos na contabilidade, pois, “ninguém faz um pagamento/compra hoje para receber tempos depois”.

Entretanto, cabe ao contabilista se atentar quanto ao regime tributário da empresa bem como suas particularidades, dentre elas, se a empresa é tributada com base no regime de competência ou pelo regime de caixa.

No regime de competência é obrigatório o reconhecimento das transações (receitas), para fins tributários, no momento em que estas ocorrem independentemente das condições financeiras, ou seja, independe de recebimentos. Já no regime de caixa as transações (receitas) são reconhecidas, para fins tributários, no momento do recebimento, ou seja, depende da efetivação de pagamento por parte do cliente.

 

É... foi um bom artigo, não? ;)
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas relacionadas à contabilidade!
Sobre o Autor
• Juliano Lucio Santos da Silva • Contador • CRC n° SP-295043/O-2